284/2020 BLACK BOX

Black Box é um dos 4 filmes produzidos pela americana Blumhouse em parceria com a Amazon, 4 filmes de horror a serem lançados no outubro de Halloween.

Se os próximos 3 vierem na mesma pegada que Black Box, não sei não.

Black Box é um filme bem feitinho, com um elenco ótimo capitaneado pela revelação Mamoudou Athie (de Uncorked).

Mas o filme durante todos os seus 100 minutos com a sensação de que alguma coisa estava faltando.

Ou pior, que alguma coisa estava errada.

Black Box fala de memória, de lembrança, depois que um homem volta dos mortos literalmente por ter sofrido um acidente que sua esposa morreu.

O problema é que ele volta sem memória.

E além de frequentar muitos médicos para tratamentos que não dão resultado nenhum, tem ajuda de sua filha muito inteligente e espirituosa (Amanda Christine, melhor coisa do filme) para atravessar os seus dias.

Nolan tem um melhor amigo médico que trabalha no mesmo hospital onde a doutora Lilian desenvolve uma pesquisa experimental ligada a memória e passa a tratar o esquecidinho com hipnose.

Que funciona.

Só que com um efeito colateral: um monstro, um cara todo torto que o ataca em seus devaneios controlados.

Aos poucos, bem aos poucos vai se lembrando e o que estava ruim, piora.

Black Box é um horror, lembre-se, e a história piorar para o personagem principal é uma coisa boa.

Só que lembre-se de novo, falei que o filme tinha algo que me incomodava.

Talvez sejam a produção e a direção de arte, simplórios demais, onde a gente enxerga a falta de dinheiro mesmo e que se em um drama ou uma comédia isso não seria problema, em um filme com uma premissa de experimento médico de ponta, a coisa complica.

Além disso a atriz que faz a doutora Lilian parece extremamente desconfortável no papel da médica experimental, que poderia ser a cientista maluca ou excêntrica no filme, o que invalida totalmente que esse filme seja chamado de ficção científica de horror.

Resumindo: o problema é o diretor que, apesar de se dedicar muito aos personagens pai e filha, melhores coisas do filme mesmo, largou mão na médica e nos experimentos de seu pseudo laboratório, o que é uma pena, porque o filme poderia ter sido muito melhor do que é afinal, parecendo mais um telefilme perdido que um horror da ótima Blumhouse.

NOTA: 🎬🎬1/2

Um pensamento sobre “284/2020 BLACK BOX

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s