310/2020 ANOTHER ROUND #MOSTRASP

Antes de mais nada quero me declarar um “escravinho de Thomas Vinterberg”.

Isto posto venho falar bem de Another Round, o mais recente filme do diretor dinamarquês, o que sobrou são e salvo e relevante do movimento Dogma 95 (lembrando que foi bancado pela Sony).

Another Round por aqui poderia se chamar “Mais uma Dose” ou “Meus Bons Drinques”, foi o filme que encerrou oficialmente a Mostra de Cinema de São Paulo com chave de ouro.

A próxima dose ou a próxima rodada é uma empreitada filosófico-psicológica de 4 amigos de meia idade, professores que trabalham na mesma escola, cujas vidas pessoais e profissionais estão num marasmo triste de se ver.

Um deles fica sabendo de uma teoria que diz que nossos corpos possuem um déficit de álcool, então eles devem beber para superar essa falta.

Mas só devem beber em horário comercial, até no máximo as 8 da noite, para que o álcool só os ajude nos problemas do dia a dia e não os anime para de “formas erradas”, para que esse consumo não se transforme em alcoolismo.

Em seu cinema de experiências sociais que começou lá atrás com o maravilhoso Cerimônia de Casamento e passou por tantos filmes que convergem a esse fim, Vinterberg nos mostra em um drama bem triste, com pitadas bem humoradas que acabam confirmando essa tristeza toda de seus personagens.

Se você (como eu) ainda for desse público alvo dos personagens do filme, Another Round é ainda mais triste e melancólico.

Um filme que joga na nossa cara que a necessidade de uma substância é mais do que necessária para que você viva bem, sobreviva ao dia a dia e se sobressaia não só na sua vida familiar mas principalmente na profissional, é um tapa na cara.

Só que Vinterberg faz isso com uma sutileza invejável.

Seu filme poderia ter se bandeado para o drama desesperador de homens bêbados dando vexame, ou para o drama deprimente, onde esses homens seriam encontrados nus e detonados nas sarjetas.

Mas não.

Apesar de termos ambas as cenas em Another Round, o filme é quase uma alegoria do homem branco hetero bem sucedido dinamarquês, o que pra mim, por exemplo, parece bem sucedido demais, mas não sei o quanto isso significa por lá.

Another Round é uma tragicomédia sobre homens de meia idade tentando redescobrir suas vidas, destruídas pelo tédio, pelo descaso e porque não, pela auto sabotagem.

Só pra constar, a cereja do bolo: Another Round é estrelado pelo muso Mads Mikkelsen.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬1/2

5 pensamentos sobre “310/2020 ANOTHER ROUND #MOSTRASP

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s