348/2020 ON THE ROCKS

Eu sempre escrevo por aqui que eu não suporto a Sofia Coppola porque ela tem a síndrome da pobre menina rica.

Acho que ela se daria melhor fazendo terapia 5 vezes por semana do que colocando personagens femininas nos filmes que sofrem por ficarem à sombra.

Em seu mais novo filme, On The Rocks, ela chega a extremos com a personagem Laura (Rashida Jones), uma mulher de quase 40 anos, escritora, com bloqueio total porque precisa cuidar de seus filhos pequenos durante o dia enquanto seu marido (Marlon Wayans, acredita?) tem um emprego super bem sucedido.

Só que Laura prefere escrever a noite e assim não rola.

Ao invés de resolver o problema conversando ela entra na pira de seu pai (Bill Murray de novo fazendo o papel dele mesmo) cool, interessante, bacana, super inteligente e noiado e chega à conclusão que o marido está tendo um caso e a dupla pai que manda e filha que obedece começa a seguí-lo para desmascará-lo.

Desesperadamente.

Esse é o filme. Uma bobagem sem tamanho.

Ah, quase esqueço.

On The Rocks se passa em Nova Iorque e existe uma óbvia “homenagem” ou desejo de emular um filme de Woody Allen com personagens paranóicos engraçadões e super problemáticos.

Mas só digo uma coisa: se o Woody Allen fosse uma mulher de quase 40 anos de idade, milionária, filha de realeza de Hollywood, mega hipster, casada com popstar que fizesse filmes, tenho certeza que ela quebraria a cara da Sofia na porrada.

Ou pelo menos seria tudo o que essa chata não é.

NOTA: 🎬1/2

Um pensamento sobre “348/2020 ON THE ROCKS

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s