352/2020 AS MORTES DE DICK JOHNSON

As Mortes de Dick Johnson é a prova de que hoje em dia, mais que nunca, você precisa mais de uma ideia na cabeça do que de uma câmera na mão pra fazer um filme.

A premissa desse documentário da Netflix é ótima.

E fúnebre.

A diretora Kirsten Johnson resolve fazer um documentário sobre os últimos dias de seu pai, o Dick do título, que sofre de um mal degenerativo e a qualquer hora vai dessa para melhor.

A idéia ótima é que Kirsten, que trabalha como câmera com cinema e televisão, resolve criar várias formas pelas quais seu pai poderia ser morto.

Oi?

Muito bom isso.

Ela cria uma cena onde ele anda pela rua e cai um aparelho de ar condicionado em sua cabeça o matando, por exemplo.

E assim ela continua criando maneiras divertidas e inteligentes de representar a hora da morte do pai, acho que para ela, sua família e amigos primeiro irem se acostumando com o inevitável que é a morte em si, mas também para mostrar que ele pode morrer de “n” maneiras diferentes que não por causa de sua saúde debilitada.

Dick Johnson é um cara bem inteligente e esperto, um psiquiatra que trabalhou até o último momento possível, até onde sua doença permitiu mesmo.

E também foi um pai e marido, como vemos no filme, exemplar, um amigo muito solícito em seu círculo próximo da igreja que frequentou a vida inteira com sua família.

Kirsten recria, além das mortes, o velório de seu pai nessa igreja, com ele vivo dentro de um caixão cenográfico, numa das cenas mais bizarras do ano não só pela cena em si mas também pelo que a encenação provoca em algumas pessoas que lá estavam.

O único e grande problema do filme para mim é que, como disse lá em cima, a ideia apesar de ser ótima é muito, mas muito mal filmada.

E o pior: Kristen, que trabalha como câmera, é a que tem os maiores problemas filmando.

Isso me deixou bem incomodado e concluo que a máxima do Glauber ainda é não só válida como essencial para um grande filme.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬

Um pensamento sobre “352/2020 AS MORTES DE DICK JOHNSON

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s