256/2022 AMOR EM VERONA

Lá venho eu aqui de novo falar do meu amor por comédias românticas e do quanto eu me decepciono com as atuais.

Amor Em Verona, da Netflix, não foi um horror total de se assistir por 2 motivos.

Primeiro descobri Kat Graham como protagonista. Ela é uma das milhares de coadjuvantes de Hollywood que tendo a oportunidade certa, foi lá e arrasou como a adoradora de Julieta de Shakespeare, planeja uma viagem romântica com seu noivo para ficarem hospedados no apartamento literalmente em frente ao balcão da história de amor mais linda de todos os tempos, onde Romeu teria se declarado.

Claro que o idiota do cara termina com ela na véspera, ela vai sozinha e encontra um inglês escultural, com quem tem que dividir o apartamento por dias.

Amor em Verona é uma comédia romântica e a gente sabe exatamente tudo o que vai acontecer. E esse é o principal motivo de eu gostar desses filmes, descobrir como o roteiro vai ser inteligente o suficiente para me surpreender me mostrando o óbvio.

E aqui surpreende.

O segundo motivo para eu ter visto e gostado deste filme é exatamente porque a história gira em torno da adolescente que se apaixona pelo cara errado na Itália do Shakespeare e que prefere morrer a não viver seu grande amor.

Tudo no filme gira em torno da Julieta, ou melhor, de Verona, a cidade que gira em torno de Julieta. Mas o roteiro é esperto o suficiente para não se ater a somente este detalhe.

O filme é lindinho, bobinho, óbvio e fofo e pode me mandar mais indicações dessas histórias de amor que pra mim, nunca tá suficiente.

NOTA: 🎬🎬🎬

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s