336/2022 O TROLL DA MONTANHA

O Troll da Montanha, o novo “horror” norueguês da Netflix, tem uma ideia bem boa mas já começou me irritando com a obviedade.

O governo norueguês explode uma caverna de uma montanha, apesar do protesto de meia dúzia de pessoas que estavam no local.

Alguma coisa dá muito errado na explosão e logo se descobre que libertaram um troll de seu, até então, sono eterno.

O troll é um gigante da mitologia nórdica, dono daquela região, que foi extinto com a chegada do cristianismo e do “progresso”.

Os noruegueses achavam que os trolls estavam totalmente extintos. Ou derrotados. Mas quem sabe tudo?

O Troll da Montanha logo se mostra um filme hollywoodiano daqueles sem graça de primeira ministra mais oficiais das forças armadas enfurnados naquelas salas cheias de monitores onde decisões são tomadas à medida que as informações em tempo real vão chegando.

Sabe, aquele filme chato? Pois é.

A coisa boa aqui é que a cientista que vai a campo para entender o que está acontecendo e que quer salvar o troll de qualquer maneira, é uma bioantropóloga bem legal, que tem a ajuda do assistente tonto da primeira ministra e de um oficial bonitão e bem humorado.

E o filme é isso, um troll perdido pela Noruega, tentando chegar a algum lugar que a gente não sabe onde e nem porquê, sendo perseguido de perto por essa turma intrépida.

O filme tem vários momentos ótimos, sempre com a personagem da cientista que tem os 2 pés na crença mitológica, “culpa” de seu pai, amante do folclore com quem ela brigou por desavenças filosóficas.

E é esse pai que dá uma animada no filme, quando a sabedoria milenar chamada se une a ciência e muda a perspectiva da história.

Mas faltou muito para que O Troll da Montanha tenha o poder de sua personagem mitológica gigantesca, tenha sua força e seu tamanho que amedronta os incautos.

Espero uma continuação e que aprendam com as falhas desse filme que não é ruim, mas que ficou muito no quase.

NOTA: 🎬🎬🎬1/2

Advertisement

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s