111/2023 ATTACHMENT

Gostamos de filmes de demônios?

Muito!

Gostamos de filmes de demônios judeus?

Mais ainda?

Attachment é um desses história de horror das boas onde Maja, uma atriz dinamarquesa, se apaixona por Leah, uma jovem judia inglesa que está indo embora da Dinamarca de volta pra casa quando resolve ficar com sue novo amor.

Em princípio tudo vai bem, apesar de uns episódios de sonambulismo da inglesa.

Tudo tão bem que a Maja resolve largar tudo e ir embora para a Inglaterra e tentar uma vida nova casada.

Ao chegar ela já tem a primeira surpresa: a mãe de Leah, Chana, é a típica mãe judia mais que ortodoxa, radical mesmo.

Maja também descobre que agora mora no bairro ortodoxo, cercada de judeus que olham torto para ela e mesmo assim ela tenta se enturmar a começar por uma livraria onde ela procura algum livro que possa ajudá-la a entender onde ela se meteu.

Acontece que a mãe de Leah, Chana, vai a cada dia se mostrando mais e mais bizarra, colocando amuletos pelo apartamento da filha, dando um colar de proteção para a namorada dinamarquesa, levando comidas estranhas que ela não deixa Maja comer, só a filha que a cada dia que passa vai mostrando cada vez mais comportamentos estranhos.

O roteiro do diretor Gabriel Bier Gislason é muito inteligente e por vezes nos indica caminhos que nos levam a recônditos não desejados.

O que é ótimo.

Aliás, Gabriel é filho da grande Susanne Bier, a diretora que surgiu no Dogma 95.

Attachment é uma das grandes surpresas do ano.

O filme não é perfeitinho mas me ganhou de uma forma doida, como se um demônio tivesse me possuíd… tá, parei.

Apesar de uma ou outra derrapada na intenção e mais outras na execução, as surpresas, as ideias e principalmente o uso da mitologia elevam a história e o próprio filme a um patamar sagrado, se é que posso assim chamar.

Pra terminar, não posso deixar de elogiar o casal principal vivido pela dinamarquesa Josephine Park e pela inglesa Ellie Kendrick.

Mas todos os louros devem ir para a ótima Sofie Gråbøl que a gente já tinha amado no The Killing original e que se tudo der certo, a partir deste Attachment ela deve ganhar espaço fora de sua Dinamarca natal.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬

Advertisement

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s