206/2020 THE RENTAL

Sinto informar mas a promessa do horror de julho, o filme mais esperado da temporada, a grande estreia na direção de Dave Franco, irmão do hypeiro tiro n’água James Franco, o filme de fazer todo mundo gritar de medo é uma porcaria.

O título de melhor da temporada continua sendo o horror australiano extraordinaire Relic.

The Rental começa bem, 2 casais alugam via air bnb ou algo do tipo, uma casa lindaça num lugar incrível para um final de semana sossegado.

Chegando lá dão de cara com um dono da casa tosco, preconceituoso mas resolvem ficar de qualquer maneira.

Apesar de serem super politicamente corretos, eles levam um cachorro com eles, apesar de ser proibido.

Os 4 na casa, gente de 30 e poucos anos, 2 irmãos e suas companheiras, sendo que um deles super bem sucedido e sócio da mulher que namora seu irmão looser, que já foi preso, expulso da escola e trabalha como motorista de aplicativo.

E claro, a companheira do irmão bem sucedido é outra looser, uma mulher quase genérica demais.

Sim, esse é o nível de construção de personagem do filme.

Como todo o resto do roteiro, muito discurso superficial e pouco aprofundamento de discussão.

Os 2 são bacanas porque bem sucedidos, os outros 2 deram sorte de estarem com os bacanas porque são loosers.

O dono da casa é um trumpista neo nazi que não quis alugar a casa para a mulher árabe e alugou para o homem de olhos azuis.

Tem air bnb, tem motorista de aplicativo, mas quando chega na hora de se drogar, ficar todo mundo doido e trepar na jacuzzi, dane-se a moral e os bons costumes.

Como todo filme de namorados em casa no meio da floresta, chega uma hora que a matança começa.

Só que The Rental não nos prepara para a matança, nada no filme tem um porquê.

Parece que o roteiro se importa mais em mostrar quanto essas discussões estúpidas de milenials são mais importantes que a história em si.

E quando digo discussões, quis dizer citar o tempo inteiro quem tem dinheiro, quem foi preso, chamar a droga de molly, falar do politicamente correto, do neo nazi, de preconceito mas tudo muito superficialmente, rapidinho, com os diálogos mais bestas possiveis.

Dave Franco nos prometeu um slasher, cheio de sangue e cérebros quebrados e nos entregou um episódio péssimo de alguma coisa que estaria num programa de tv onde re-encenariam um crime acontecido num final de semana idílico em uma casa maravilhosa.

Quando falei que o James Franco era hypeiro foi pra dizer que ele ensinou seu irmão Dave direitinho como fazer para que as pessoas não parassem de falar de seu filme, mesmo sabendo que tudo era muito ruim.

The Rental é um filme sem ideia, a não ser pela tentativa de fazer um slasher, porque o roteiro filmado e a forma como foi filmado esse roteiro é das coisas mais sem inspiração do ano.

Dave, meu caro, sinto informá-lo mas para ser diretor ou roteirista você precisa começar lá atrás, tudo de novo.

P.S.: nem o poster do filme, que é lindo, salva. Cópia deste aqui ó:

NOTA: 🎬1/2

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s