230/2020 AN AMERICAN PICKLE

Poucas coisas são mais idiotas em Hollywood que filmes sobre homens (sim, são sempre homens) que de alguma forma estúpida são preservados por séculos e de repente acordam e precisam aprender sobre o futuro e sofrem e se dão bem e que coisa chata.

Mesmo achando isso tudo eu assisti An American Pickle (Um Picles Americano, em tradução livre), sobre um judeu ortodoxo que 100 anos atrás fugiu dos cossacos russos com sua mulher, foi parar em Nova York onde caiu em um tonel de picles e lá ficou conservado.

Vivo, claro, até que acordou e claro, por acaso, encontrou o último de sua linhagem no Brooklin, seu bisneto hipster.

E o pior de tudo: o filme é estrelado pelo maconheiro e bobão de plantão, Seth Rogen que eu acho o cara mais sem graça de todos.

A partir do momento que eles se encontram é um arrastado de situações bestas sobre como se comportar em um mundo que mudou tanto tendo tradições tão profundas, ainda mais religiosas radicais.

Tipo, o bisavô considera o neto milionário por ter água com gás em casa. Sabe esse tipo de tirada inútil?

Nada funcionou pra mim.

Faltou humor, faltou ideia boa, faltou um ator bom que pudesse viver 2 personagens que passam o filme inteiro juntos, até porque o Rogen é um monte de coisas mas ator bom não é sua característica principal e faltou diretor que não faça um filme totalmente metódico e sem graça.

Spoiler alert, a única possibilidade de salvação do filme é desperdiçada descaradamente, a diva de Succession Sarah Snook, esposa do judeu de 100 anos atrás que não é conservada com ele.

NOTA: 🎬🎬

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s