167/2021 O PROTOCOLO DE AUSCHWITZ

O Protocolo de Auschwitz conta uma história incrível que nos deixa com raiva, pelo menos me deixou.

E prova que o pé atrás, a desconfiança, que é tão inerente ao ser humano, pode acabar causando desgraças inimagináveis.

Basicamente a o filme conta a história real de 2 judeus eslovenos, presos no campo de concentração nazista de Auschwitz, na Segunda Guerra Mundial que conseguiram fugir cheios de informações inéditas.

Eles conseguiram chegar ao seu país natal com dados que depois seriam confirmados pelas investigações mas que naquele momento, essas informações foram totalmente desacreditadas pelas autoridades.

E se fossem levadas a sério, poderiam ter salvado milhares de vidas.

MAs não, as tais autoridades preferiram acreditar na história oficial, aquela contada pelos próprios nazistas.

Os nazistas, a partir de um momento, assumiram a existência dos campos, mas nunca disseram o que ocorria dentro deles.

E neste filme vemos muito do que ocorria dentro de Auschwitz.

As histórias parecem ser infindas, já que a cada filme que assisto sobre o holocausto, novos detalhes são mostrados.

E no momento cinematográfico que estamos, com o público aceitando e entendendo o quanto a violência e o terror explícitos muitas vezes são importantes para que histórias sejam contadas, O Protocolo de Auschwitz não fica para trás nesse quesito.

Eu nunca vou me conformar com os horrores da guerra, da tortura, da sordidez humana.

Se eu já não me conformo com o horror que estamos vivendo nesse governo neo fascista, imagina o resto.

E sempre que assisto um filme como esse, entendo que apesar de ser necessário, só me faz desacreditar mais na humanidade.

A mentira e a crueldade, e no caso dos nazistas de Auschwitz, a verdade nua e crua, acabam com a vida das pessoas antes de matá-las, muitas vezes só por assustar em jogos estúpidos de poder.

Um filme como esses é um documento do que não se pode repetir, de como devemos aprender com os nossos erros como seres humanos que vivem em sociedade.

E serve também para refletirmos sobre a velha pergunta: o que os alemães pensavam quando viram Hitler chegar ao poder e nada fizeram?

Troque alemães por brasileiros e Hitler pelo presidente Bozolino.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬

Resenha em 30 segundos ou menos:

Trailer:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s