275/2021 O CULPADO

Filme com o Jake Gyllenhaal a gente assiste, né?

Ainda mais se o filme é dele, produzido pelo próprio.

O Culpado, lançado na Netflix, é a refilmagem de um filmaço dinamarquês, A Culpa, de 2018.

A grande coisa de O Culpado é que eles refilmaram igualzinho o original.

O diretor Antoine Fuqua não quis reinventar a roda nem o cinema, prestou homenagem ao original copiando mesmo.

O filme conta a história de um policial (Jake) que está cumprindo alguma punição atendendo telefonemas do 190 de Los Angeles, quando atende uma chamada de uma mulher que diz estar sendo sequestrada pelo ex marido.

E que eles deixaram os 2 filhos pequenos em casa sozinhos. Em perigo.

Joe, o policial, pira e entra numa paranóia bem nervosa fazendo o que pode e o que não deve para salvar a mãe e os filhos do pai malvadão.

O legal do filme, pra quem não viu o alemão original e não sabe, é que a história toda se passa dentro do escritório onde Joe trabalha.

A gente sabe da história pelas ligações que ele recebe. A gente só ouve o que ele ouve e não vê nada além. Nós nos sentimos como se fôssemos o próprio Jake Gyllenhaal, olha só.

A única diferença desta refilmagem para o original é que a nóia do policial é diferente: aqui ele é um babaca geral, explosivo, bem estouradinho.

No filme alemão a tensão era mais contida e mais interior, a gente sentia o desespero dele de outra forma.

Aliás, o que acontece com Joe, todo o desespero dele está ligado a um outro probleminha que ele vem enfrentando em sua vida, afinal, o filme se chama O Culpado.

NOTA: 🎬🎬🎬1/2

Um pensamento sobre “275/2021 O CULPADO

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s