292/2021 LUA AZUL

Drama romeno de uma violência psicológica extrema onde uma jovem que vive com a família no interior sofre todo tipo de humilhação física, além da psicológica e por isso tenta como pode e como não pode fugir para Bucareste para fazer faculdade.

Eu em princípio não tava entendendo pra onde iria o filme mas fui insistindo porque primeiro a diretora Alina Grigore filma como poucos.

Segundo, o elenco é incrível.

Terceiro, o filme parece ser um filme brasileiro doido falado em uma língua (romeno) que dá até pra entender mais do que eu esperava mas a família toda parece vinda direto do sul da Itália de tão barulhenta e dramática que é.

E o roteiro é inteligente. muito violento, com episódios de “expiação” feminina muito necessários e que por isso mesmo causam um desconforto horroroso.

Lua Azul foi eleito melhor filme em San Sebastian 2021, um Festival que preza pelo inesperado, pela experimentação que beira o comercial.

Todo o sangue que a gente vê no filme e também, e principalmente, todo o sangue que a gente não vê são a realização de uma obra única e visceral, um espelho desses nossos tempos perdidos, em cartaz na #MostraSP #45Mostra.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s