234/2022 CARTER

Se Carter, o novo filme de ação coreano radical da Netflix tivesse 1 hora a menos, seria um marco no cinema de ação.

Mas ao fim de mais de 2 horas assistindo esse delírio violento parecia que eu tava lá no meio e tinha apanhado tanto quanto o espião sul coreano que debanda para o norte no país do ditador Kin.

Melhor que tudo, Carter além de ser um filme de porrada, de ação, de espionagem, é um filme de zumbis.

Tô falando, o filme não para.

O filme é o primeiro que eu consigo assistir com estética de vídeo game, com planos sequências infindos sem corte, cheio de malabarismos nos colocando no meio da ação mesmo.

Por mais cansativo e longo que seja, Carter cometeu o que parecia impossível: fez com que a violência e a contagem de corpos dos filmes do John Wick parecessem brincadeira de criança.

Só por isso o filme já merece ser assistido e a história do quase super herói invencível Carter seja conhecida e contada.

NOTA: 🎬🎬🎬

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s