250/2022 PASSEI POR AQUI

Abri a Netflix ontem a noite e dei de cara com esse filme que eu não tinha ouvido falar, estrelado pelo ótimo George MacKay e fiquei animado.

Escrito e dirigido pelo mediano Babak Anvari, o filme tem um elenco cheio de gente que a gente já viu mas não lembra de onde como a Kelly Macdonald e o Hugh Bonneville de Downton Abbey.

No filme, MacKay é um grafiteiro que invade casas de ricões e deixa marcado na parede principal “I Came By”, o passei por aqui do título.

Acontece que ao entrar na casa de um ex juiz (claro), ele descobre que no porão tem um quarto escondido com um homem preso.

Ele tenta fazer com que a polícia vá checar a casa e ao não conseguir, volta lá e, adivinha, é pego pelo juiz do mal.

Aí começa uma coisa que eu gostei muito: o foco do filme vai para o juiz e sua história, colocando o grafiteiro em segundo plano.

Esse é o tipo de reviravolta de roteiro que sempre me anima e que está cada vez mais rara de aparecer nos filmes de hoje em dia.

O problema é que, como disse ali acima, o diretor é muito meia boca e o roteiro, que tinha tudo para ser muito excitante nos deixa a ver… nada, na verdade.

Tudo é previsível, os personagens não tem nenhuma força, nada de profundidade e o pior, alguns deles somem sem explicação nenhuma sendo que o diretor mostra em uma sequência bem idiota algo que deveria ser a explicação para todo o filme.

Mas até aí, tudo bem, o filme estava se segurando por pouco mas não sei porque cargas d’água resolvem fazer uma cena ridícula do “vilão” ter um rápido e estúpido ataque, como se fosse um aprendiz tosco de Hannibal Lecter.

Cagaram de bruço.

NOTA: 🎬🎬1/2

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s