223/2020 BLACK IS KING

Black Is King é o super videoclipe de longa metragem, o álbum visual impressionante, o novo petardo lançado pela Beyocé pelo canal Disney+.

Não tenho muito o que falar do filme escrito, dirigido, produzido, criado, cantado, dançado pela maior de todas Beyoncé.

O filme é lindo de doer, conta toda uma história de ancestralidade que eu não consigo lembrar se já vi antes em um filme.

Agora, o povo criticar esse filme por “erros” da Beyoncé ao falar de África, pra mim é de cair o c* da calça, ainda mais brancos criticando a história preta.

Pra mim o filme é só um pouco longo demais e por isso faltou dramaturgia para sentar e assistir sem se entediar em alguns momentos.

Mas como disse, é lindo.

Afrofuturismo elevado a enésima potência.

É ousado, é um libelo cinematográfico feminista vindo de uma artista da música como nunca visto antes.

Música boa junta da melhor arte possível que por vezes nos deixa de joelhos reverenciando essa deusa que vive entre nós.

Certeza que é tudo o que a Madonna sempre quis fazer no cinema e não conseguiu.

NOTA: 🎬🎬🎬1/2

Um pensamento sobre “223/2020 BLACK IS KING

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s