184/2021 DESAJUSTADOS

Hoje em dia existem algumas certezas no “cinemão”, aquele cinema bem pop, feito pra bilheteria, pra encher linguiça e que eu acho, pra lavar dinheiro.

Sim, minha gente, acredito nisso.

Nada me faz acreditar que um filme, mesmo que feito pelo Scorcese, possa custar de produção 150 milhões de dólares e daí, pelo menos o dobro é gasto em marketing.

Não, não, não.

Outra certeza no cinemão é a de que filme com o Pierce Brosnan não presta, com 2 ou 3 exceções.

Desajustados, além de ter a cara de véio playba do Bornan enorme no poster, tem o, pasmem, Nick Cannon, que pra mim era só o ex marido da Mariah e apresentador do The Masked Singer, e olhe lá.

Mas tá aqui como aspas ator aspas.

A primeira informação que tive sobre esse filme foi pelo cartaz e quando vi foto dos 2 fofos já resolvi que não assistiria.

Mas daí assisti o trailer e descobri que Desajustados tem uma das ideias que mais gosto no cinema: roubo impossível a bancos gigantescos e bilionários.

Daí me joguei.

E me arrependi.

Que porcaria. Que. Porcaria.

Junto ao filme de roubo em meio a ataque de zumbis do diretor pretensioso lá da Netflix, este Desajustados é um dos piores filmes de 2021.

Fiquei durante o filme pensando quem teria dado dinheiro pra esse horror ter sido perpetrado e alguma explicação lógica sempre tem.

O filme se passa em Abu Dabi, onde um grupo de ladrões super espertões recrutam o mais espertão de todos, claro, vivido pelo Pierce, pra roubarem milhares e milhares de barras de ouro escondidas em uma prisão de segurança máxima no meio do deserto.

Só que eles se consideram uma versão moderna de Robin Hood. Eles não querem ficar ricos com o ouro. Sei. Eles querem roubar porque a fortuna é usada para financiar terrorismo pelo mundo.

Olha como são bacanas.

Bom, o roteiro dirigido pelo famoso e meia boca Renny Harlin tem mais furos, como diz meu amigo Cacá, que queijo suíço de boa qualidade.

Desajustados é o tipo de filme que o roteiro deveria ser cheio de ideias geniais pra que o assalto mirabolante funcione direitinho mas nada se encaixa, todos os personagens são estereotipados e a produção é mais tosca do que rica, como eles querem que pareça.

Fora que as piadas misóginas e bem erradas são vergonhosas.

Daí volto lá pro começo.

O filme é uma produção quase que completamente de equipe com nomes do meio oriente, então concluo que Desajustados foi produzido por algum xeique do petróleo que foi convencido que um filme desses pudesse de alguma forma dar lucro.

Lembra do filme Primavera para Hitler, do Mel Brooks, onde uns produtores truqueiros montam uma peça de teatro muito, mas muito ruim para que seja um fracasso e eles consigam lavar o dinheiro todo da produção na falha da produção?

Lá no Mel Brooks deu errado, a peça foi um sucesso inesperado.

Aqui em Desajustados, o filme é o fracasso que provavelmente os caras queriam, onde falaram que gastaram milhões que não enxergamos onde foram gastos.

Truque!

NOTA: 🎬

Resenha em 30 segundos ou menos:

Trailer:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s