086/2022 VOCÊ NÃO É MINHA MÃE

Hoje é dia de Oscar, tô animado aqui pra assistir a pior entrega do prêmio dos últimos anos e mesmo assim, tenho que falar de algum filme e aqui vai essa perolazinha irlandesa.

Sim, traduzi o título original literalmente, acostume-se.

Você Não É Minha Mãe é um drama de horror, diferente do horror cômico de ontem.

O filme conta a história de Char, uma adolescente que sofre mais do que devia na escola com umas meninas horrorosas que fazem um bullying pesado com ela, principalmente por causa de uma cicatriz que ela tem no rosto.

Um dia a mãe de Char, que sofre de uma depressão pesada, some, largando o carro no meio de uma rua.

Ninguém entende o que aconteceu com ela, pra onde foi, porque foi, mas Char, sua avó e seu tio tem certeza que ela não morreu nem nada, eles têm esperança que logo ela volta.

E eles estavam certos, dias depois ela volta mesmo só que com um detalhe: Char tem certeza que a mulher que volta não é a sua mãe.

Sim, o título do filme é real.

O que acontece no filme da diretora Kate Dolan é aquilo que eu mais gosto em filmes de horror: a linha que separa os monstros das doenças mentais dos monstros monstros mesmos, aqueles dos filmes de horror, essa linha é apagada neste filme.

A mãe de Char tem uma doença grave, toma muitos remédios que não podem ser deixados de lado a ponto dela se transformar na falta dessa ajuda química.

Char sabe disso, seu tio sabe disso mas sua avó acha que os remédios não adiantam nada, que o que vai fazer a mãe de Char melhorar é levá-la dentro da floresta, colocá-la perto de uma fogueira, perto o suficiente de um fogo que os monstros que vivem dentro dela sejam expulsos.

O problema é que Char quer que as coisas se resolvam o mais rápido possível, porque ela não aguenta mais sofrer na escola por ser quem é e agora ainda mais por ser filha de quem é, já que todo mundo fica sabendo do último surto de sua mãe e a molecada não perdoa, já que a fama da família de Char não é das melhores em relação a saúde mental.

E tem mais: Char vai percebendo que sua família tem segredos que lhe foram escondidos e que podem ajudá-la a entender tudo, ou pelo menos um pouco, do que acontece em sua casa tá perturbada.

Dolan faz o que pode e o que a gente não espera muito em seu filme e me surpreendeu muito, principalmente a direção do elenco maravilhoso que entrega o roteiro melhor até do que deveria entregar.

Além disso a direção de arte e a fotografia são pontos fortes do filme, criados pela diretora Kate para ajudarem que a história fosse contada em seus mínimos detalhes.

Você Não É Minha Mãe se bobeasse, ia passar desapercebido por aí e por esse e outros filmes do mesmo “nível” é que eu não paro de escrever, de postar, mesmo em dia de Oscar, pra mostrar que filminhos lindos como esse não podem ser perdidos no turbilhão de lançamentos de filmes.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s