111/2022 YOU WON’T BE ALONE

A seleção da Macedônia eliminou a grande seleção da Itália de participar da Copa Mundo do Qatar.

You Won’t Be Alone é um filme da Macedônia que DE CARA já tira da frente tudo de horror lançado esse ano e fica sozinho no topo do pódio com sua taça… Tá, parei.

Mas falando sério, o filme que estreou no Festival de Sundance e agora estreia online é um tapa na cara na sociedade dos filmes de medo.

Em princípio eu achei que esta história de bruxas fosse mais um filme “festivaleiro”, como são chamados pejorativamente os filmes lindos, com dinheiro bem gasto mas com a profundidade de um pires.

Para a nossa sorte, a transposição cinematográfica de lendas macedônias é não só lindo, bem dirigido, com escolhas estilísticas bem ousadas, como é também cheio de sangue e vísceras e corpos estraçalhados.

Tudo para contar a história da Maria Solteira Velha, uma mulher que durante a guerra turca, lá em tempos passados, encontra um espírito que se alimenta de sangue de animais e pede um marido para ela ter uma vida, ter um bebê e parar de só cuidar de seu pai velho.

A Maria Velha não só não morre como rouba crianças recém nascidas, adivinha, porque quer sangue novo, como todo espírito desgraçado.

Só que a mãe de uma dessas crianças faz um acordo com a Maria para entregar a filha somente aos 16 anos para que ela cuide da Maria Velha, para que ela não fique mais sozinha, como diz o título do filme.

Essa menina que cresce escondida de tudo e de todos para que a Maria também não a encontre, é obviamente achada e levada pela bruxa, que não contava com a curiosidade da menina de experimentar a vida que nunca teve.

E ela então fica passando de um corpo para o outro, roubando sua existência e tentando viver suas histórias enquanto pode, seja criança, homem, mulher.

O diretor Goran Stolevsky não só criou o universo cinematográfico perfeito para contar sua história de horror caipira, de folk horror, como fez escolhas, como eu já disse, ousadas até no elenco, chamando nomes estrelados europeus para serem vítimas de sua bruxa do mal: Noomi Rapace, o francês Félix Maritaud e o bonitão português Carloto Cotta (de Diamantino e Elite), o que ia me deixando mais espantado ainda à medida que eles apareciam em cena.

You Won’t Be Alone tinha tudo para ser um filminho pretensioso com seu contra luz publicitário, seu elenco lindo e sua locução em off, já que a personagem principal não fala.

Mas todas essas escolhas acabam sendo trunfos de roteiro mais que só “gracinhas”, quer dizer, acabam ajudando e muito a contar a história em um roteiro super bem escrito e desenvolvido por um diretor que, pode anotar, vai crescer e aparecer muito ainda.

O filme é lindo visualmente, com um elenco incrível, com uma força de direção de arte que me deixou de queixo caído, erótico ao extremo, inclusive com escolhas ousadas de como contar a história da Maria que fica passando de um corpo para outro, vivendo as experiências de cada corpo, de cada personagem, diferente do que vinha sentindo antes inclusive através do sexo, o que faz de You Won’t Be Alone não só grande mas muito inteligente em todos e por causa de todos os seus detalhes.

NOTA: 🎬🎬🎬🎬🎬

Um pensamento sobre “111/2022 YOU WON’T BE ALONE

  1. Eu tinha visto esse filme aparecer no Rotten Tomatoes, fiquei bem curioso, pois sou perdidamente apaixonado pela Noomi, que ótimo que te causou boa impressão, estou ansioso para ver!!!

    *PS eu tinha uma sugestão a fazer, as vezes acabo evitando de ler algumas críticas pq tá aparecendo muito spoiler nos textos! comecei a notar spoiler forte na resenha do Green Knight, aí complica pra assistir depois, de resto visito o site quase todo dia. vlw, flw!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s